Skip to content

Leitão, feijão tropeiro e vinho

dezembro 11, 2009

Ostras e chablis, cordeiro e cabernet sauvignon, feijão tropeiro e…

Um dos assuntos mais polêmicos do universo dos vinhos – deve perder apenas para a atual discussão sobre as rolhas -, a harmonização é uma parte muito interessante da enologia, mas é ainda um terreno movediço. Embora não seja uma regra, em seu livro Tintos & Brancos o crítico Saul Galvão comenta um aspecto interessante das combinações: pratos costumam ir bem com vinhos de sua região.

Costelinha, leitão à pururuca e feijão tropeiro são pratos que usualmente são chamados de difícil combinação – algumas vezes, taxados de impossíveis. Isso quando não são considerados ‘bons’ para se servir com vinhos. Mas tais iguarias finas da culinária mineira se harmonizam muito bem com… espumantes! Sim, justamente: o vinho considerado de melhor produção no país fica bem harmonizado com pratos tipicamente brasileiros. Até mesmo a feijoada, comenta Galvão, vai razoavelmente bem com um espumante rosado.

Para mais detalhes sobre a cozinha mineira e vinho, confira a matéria da edição 15. Mas se ela já está em sua coleção, aguarde a Verdemar em revista #21 e leia mais sobre diversas combinações. Tim-tim!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: